Conecte-se conosco

Serranópolis do Iguaçu

Sistema de Saúde enfrenta falta histórica de medicamentos

Nas últimas semanas, a Secretaria Municipal de Saúde  de Serranópolis vem enfrentando problemas no recebimento e aquisição de medicamentos, dos quais alguns já estão em falta e não tem previsão de normalização da entrega.

Publicidade

O desabastecimento de medicamentos é de nível global e acontece também em hospitais, consórcios de saúde e farmácias privadas. Dentre os fatores que agravam a problemática podemos destacar:

•Relato dos fabricantes de ocorrência de problemas na importação da matéria prima para a produção de medicamentos (insumos);
•Dificuldade de produção de quantitativo suficiente para atender a demanda nacional, tanto no setor público quanto privado;
•Alta demanda no mercado, na dependência da situação epidemiológica da região, como ocorre durante a pandemia do coronavírus, somando-se nesta época ao aumento dos casos de dengue;
•Dependência do desembaraço aduaneiro (Receita Federal/Anvisa) para a liberação das cargas importadas;
•Dificuldades na contratação de transporte rodoviário por conta da redução de mão-de-obra e diminuição de rotas (impactados pela pandemia);
•Problemas de transporte da matéria prima, em especial pela sobrecarga e fechamento de alguns importantes portos (China e Índia) somado às questões da guerra atual (Rússia e Ucrânia);
•Problemas na disponibilidade de containers para importação de insumos;
•Restrição de competitividade no mercado público em determinados medicamentos, com poucos fabricantes participando dos processos licitatórios, mesmo que as marcas sejam encontradas nas farmácias comerciais.

“Com a falta de medicamentos, o tratamento das condições de saúde do paciente é comprometido, agravando ainda mais o seu quadro clínico e dificultando os trabalhos das equipes de saúde no monitoramento e acompanhamentos destes pacientes.” afirma o secretário de saúde Alex Roveda.

Elizangela Bazzi (popularmente conhecida como ‘Neguinha’), proprietária da unidade da Coperfarma e da Farmácia Serranópolis “Este desabastecimento nunca antes visto esta presente em todas as etapas da produção, atingindo desde a matéria-prima necessária para a produção de determinados produtos, até as embalagens para finalização, como no caso de medicamentos encapsulados, fatores que junto aos longos prazos de entrega, resultam no aumento dos preços, a alta da procura, e um desbalanceamento de todo o mercado.”

Anúncio

Copyright © 2021 Portal Costa Oeste.