Vip Barbearia
banner-happy-hour
Elegancia
LAVACAR DOIS AMIGOS
Sanduicheria Iguaçu
Artigos que valem a pena ler
Vera Cruz: PM e Polícia Civil prendem trio acusado de furto em residência

Vera Cruz: PM e Polícia Civil prendem trio acusado de furto em residência

access_time 4 de abril de 2017

Três pessoas acusadas de furto foram presas nesta terça-feira (04), por policiais militares e pela Polícia Civil de Vera Cruz

Projeto Esperança recebe moção de aplausos na Câmara de vereadores de Foz

Projeto Esperança recebe moção de aplausos na Câmara de vereadores de Foz

access_time 6 de junho de 2017

 O Projeto Esperança criado para incentivar a ressocialização dos detentos que aguardam a condenação na Delegacia da Polícia Civil de

Santa Terezinha de Itaipu está no G10 do Oeste do Paraná no Desenvolvimento Sustentável

Santa Terezinha de Itaipu está no G10 do Oeste do Paraná no Desenvolvimento Sustentável

access_time 14 de setembro de 2018

O município está entre os 10 melhores do Oeste e faz parte do Projeto Oeste 2030, promovido pelo Programa das



Santa Terezinha de Itaipu: Nova vala do aterro sanitário é revestida com manta de PAD

Santa Terezinha de Itaipu: Nova vala do aterro sanitário é revestida com manta de PAD
access_time 16 de abril de 2019 chat_bubble_outline 0 comentários

A nova vala do aterro sanitário de Santa Terezinha de Itaipu acaba de ser revestida com manta de PAD de 1mm. Segundo o secretário de Agropecuária e Meio Ambiente, Paulo Ruppenthal, foram instalados 2.800 M² de manta PAD, garantindo que o processo de decomposição da matéria orgânica que resulta no churume não alcance o lençol freático e contamine a água.

Publicidade

Ao contrário do que acontece em muitas cidades do país, o lixo domiciliar recolhido em Santa Terezinha de Itaipu não é jogado a céu aberto, o que caracterizaria um “lixão”. Todo o material recolhido é levado ao aterro sanitário da cidade, implantado em 2004, antes mesmo da lei federal (de 2010) que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos, tornando-se modelo por utilizar o que há de mais moderno nesse tipo de instalação.

O Secretário afirma ainda, que a vala revestida é uma exigência de operação do aterro sanitário e está dentro das normas de preservação do lençol freático. O trabalho é realizado em parceria com a Secretaria de Obras e Serviços Públicos. “Diariamente são recolhidos em torno de 15 toneladas de lixo convencional e com a operação dentro das normas ambientais e com a implantação da coleta seletiva de recicláveis, a vida útil da vala aumentou para 18 meses”, afirmou.

Segundo Ruppenthal, a intenção é aumentar ainda mais o este tempo, pois ainda são destinados à vala cerca de 2 toneladas ao dia de materiais recicláveis. Hoje existe a participação de 90% da população que participam do projeto de coleta seletiva “Quanto mais à população participar da separação dos recicláveis e dar a destinação correta a este material, mais aumenta a vida útil da vala e com isso todos ganham em saúde e qualidade de vida”, finalizou Paulo.

 

content_copyCategorias do post

Sem comentários

comment Sem comentários ainda

Você pode ser o primeiro a comentar!

Envie uma comentário

Deixe seu comentário