Sanduicheria Iguaçu
Vip Barbearia
Manain
Portal Costa Oeste 1
Artigos que valem a pena ler
São Miguel: Receita Federal prende dois passageiros com haxixe amarados ao corpo

São Miguel: Receita Federal prende dois passageiros com haxixe amarados ao corpo

access_time 30 de maio de 2017

No final da tarde e inicio da noite de ontem, segunda-feira 29 de maio de 2017, por volta das 18h:00,

Caso Alex: Acusados são condenados e sentenciados a 36 anos de prisão

Caso Alex: Acusados são condenados e sentenciados a 36 anos de prisão

access_time 24 de março de 2017

No dia de hoje, sexta-feira (24), o julgamento de Anderson Luiz Kovaes e Marcos Alexandre Godois Kovaes aconteceu na Comarca

Santa Terezinha: PRF prende moradora que escondia veículo carregado com cigarros

Santa Terezinha: PRF prende moradora que escondia veículo carregado com cigarros

access_time 27 de setembro de 2017

No inicio da noite desta quarta-feira, 27 de setembro de 2017, por volta das 19h:00, servidores federais da Delegacia da



Tribunal de Contas suspende pareceres que rejeitam contas de Paulo Mac Donald

Tribunal de Contas suspende pareceres que rejeitam contas de Paulo Mac Donald
access_time 3 de outubro de 2020 chat_bubble_outline 0 comentários

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná acatou pedido da defesa do ex-prefeito de Foz do Iguaçu, Paulo Mac Donald Ghisi, para suspender os efeitos de pareceres prévios e assim revertendo a questão para aprovação das contas do dirigente municipal na gestão de 2012.

Publicidade

Na Câmara Municipal, por 12 votos a 3, os vereadores votaram pela reprovação das contas baseando-se exatamente nestes pareceres agora derrubados com os argumentos apresentados pelos advogados do ex-prefeito. A consequência natural será a anulação da votação na Câmara.

Ao apreciar a matéria, o relator esclareceu em seu voto que: “(…) constata-se o claro risco de dano irreparável ou de difícil reparação, ante a iminência do nome de PAULO MAC DONALD GHISI ser incluído na lista de Gestores com Contas Desaprovadas caso seja confirmado o acórdão rescindendo pelo Poder Legislativo e, por consequência, sofra os efeitos restritivo sobre seus direitos políticos.” E conclui: “Diante do exposto, VOTO pelo DEFERIMENTO da liminar pleiteada, a fim de SUSPENDER os efeitos dos Acórdãos de Parecer Prévio n.º 452/14 e 407/17 desta Corte de Contas.”

A sessão virtual aconteceu na quinta-feira (1º) e o acórdão foi publicado na sexta-feira, 2 de outubro de 2020. Foram quatro votos favoráveis e dois contra a suspensão: o voto vencedor foi prolatado pelo conselheiro Artagão de Mattos Leão e acompanhado pelos conselheiros Fábio de Sousa Camargo, José Durval de Mattos do Amaral e Ivan Lelis Bonilha. Os votos divergentes partiram dos conselheiros Fernando Augusto de Mello Guimarães e Ivens Linhares.

O ex-prefeito e atual candidato Paulo Mac Donald recebeu com serenidade a decisão do TCE e aguarda os desdobramentos com relação ao julgamento da Câmara de Foz do Iguaçu, seguindo normalmente sua rotina de campanha. “Temos a consciência tranquila de que fizemos o melhor pelo povo de Foz do Iguaçu sem infringir nenhuma legislação, assim como faremos no nosso próximo mandato, se assim os eleitores confiarem a nós uma nova oportunidade”, concluiu Paulo Mac Donald.

Para ler o acórdão completo, clique aqui.

As informações são do site Portal da Cidade Foz

 

Sem comentários

comment Sem comentários ainda

Você pode ser o primeiro a comentar!

Envie uma comentário

Deixe seu comentário