Sanduicheria Iguaçu
Portal Costa Oeste 1
Vip Barbearia
Artigos que valem a pena ler
Jovem de 17 anos morre ao ser atropelada na BR 277

Jovem de 17 anos morre ao ser atropelada na BR 277

access_time 28 de outubro de 2018

Uma adolescente de 17 anos morreu ao ser atropelada na madrugada deste domingo (28), na BR 277, proximidades do viaduto

Funcionários da Copel ficam feridos em acidente na BR-277 em Foz do Iguaçu

Funcionários da Copel ficam feridos em acidente na BR-277 em Foz do Iguaçu

access_time 11 de junho de 2018

Três funcionários da Companhia Paranaense de Energia (Copel) ficaram feridos em um acidente, na tarde desta segunda-feira (11), na BR-277,



Governo anuncia fechamento do comércio em Foz e outras regionais de saúde

Governo anuncia fechamento do comércio em Foz e outras regionais de saúde
access_time 30 de junho de 2020 chat_bubble_outline 0 comentários

O Governador do estado do Paraná anunciou nesta terça-feira, 30, medidas restritivas em algumas regiões do Paraná. A partir do dia 1º de julho somente serviços essenciais poderão funcionar. No oeste, as cidades das regionais de saúde de Cascavel, Toledo e Foz do Iguaçu estão incluídas no Decreto. As medidas valem por um período de 14 dias. O objetivo é diminuir o número de casos de Covid-19 nestas regiões.

Publicidade

Além das cidades do oeste, as medidas valerão também para as regionais de Cornélio Procópio, Londrina, Cianorte e Região Metropolitana de Curitiba. O governador explicou que a medida não é lockdown, mas sim quarentena mais restritiva.

Ratinho Junior ressaltou que as medidas estão sendo tomadas principalmente pela falta de insumos, que estão acabando em todo o mundo, e pela falta de profissionais. “Não há falta de respiradores no estado, o que nós estamos ficando sem em todo o mundo, não só no Paraná, é de insumos e profissionais” salientou.

Confira os principais pontos do Decreto:

– O Governo do Estado anunciou, na tarde desta terça-feira (30), novas medidas para conter o avanço do coronavírus no Paraná.

– As determinações valem para as seguintes Regionais de Saúde: Curitiba e região metropolitana, Cascavel, Londrina, Foz do Iguaçu, Toledo, Cornélio Procópio e Cianorte. As medidas vão impactar quase 6,3 milhões de pessoas, em 134 cidades do Paraná.

– A decisão leva em conta a taxa de incidência da Covid por 100 mil habitantes, o número de mortes por 100 mil habitantes e a ocupação dos leitos de UTI.

– Por 14 dias – prorrogáveis por mais 7, se necessário –, ficam restringidas as atividades econômicas não essenciais (shoppings, galerias, comércio de rua, feiras, salões de beleza, academias, bares, casas noturnas).

– O transporte público poderá atender somente os funcionários dos serviços considerados essenciais, e os veículos só poderão circular conforme a quantidade de assentos.

– Também fica proibida a circulação de pessoas em vias públicas das 22h às 5h.

– O funcionamento dos mercados ficará restrito de segunda a sábado, das 7h às 21h. O fluxo ficará limitado a 30% da capacidade total, devendo ser controlado com a distribuição de senhas. O acesso será limitado a uma pessoa da família e está proibida a entrada de menores de 12 anos.

– Fica suspenso o funcionamento de serviços de conveniência em postos de combustíveis – exceto nas rodovias.

– Restaurantes e lanchonetes poderão atender somente no sistema drive-thru, delivery ou take away (retirada no balcão).

– Reuniões profissionais ou pessoais devem ser realizadas virtualmente e, quando necessário, com no máximo 5 cinco pessoas e afastamento de 2 metros entre si.

– A abertura de parques, praças e demais áreas coletivas ao ar livre fica a critério de cada prefeitura.

– A fiscalização será realizada pela Polícia Militar em parceria com as Guardas Municipais, sob pena de multa em caso de descumprimento.

– Também serão suspensas as cirurgias eletivas diante da escassez de medicamentos anestésicos e relaxantes musculares.

Veja quais serviços são considerados essenciais
Tratamento e abastecimento de água, produção e distribuição de energia elétrica, gás e combustíveis.

Assistência médica e hospitalar.
Assistência veterinária.

Produção, distribuição e comercialização de medicamentos para uso humano e veterinário e produtos odonto-médico-hospitalares, inclusive na modalidade de delivery e similares.

Produção, distribuição e comercialização de alimentos de uso humano e veterinário, inclusive na modalidade de entrega delivery e similares.
Agropecuários para manter o abastecimento de insumos e alimentos necessários à vida animal.

Funerários

Transporte coletivo, inclusive serviços de táxi e transporte remunerado privado individual de passageiros.

Fretamento para transporte de funcionários de empresas e indústrias cuja atividade esteja autorizada ao funcionamento.

Transporte de profissionais da saúde e de coleta de lixo.

Captação e tratamento de esgoto e lixo.

Telecomunicações

Guarda, uso e controle de substâncias radioativas, equipamentos e materiais nucleares.
Processamento de dados ligados a serviços essenciais.

Imprensa.
Segurança privada.
Transporte de cargas de cadeias e fornecimento de bens e serviços.

Serviço postal e o correio aéreo nacional.
Controle de tráfego aéreo e navegação aérea.
Compensação bancária.

Atividades médico-periciais relacionadas ao regime geral de previdência social e à assistência social.

Atividades médico-periciais relacionadas à caracterização do impedimento físico, mental, intelectual ou sensorial da pessoa com deficiência por meio da integração de equipes multiprofissionais e interdisciplinares para fins de reconhecimento de direitos previstos em lei, em especial a Lei Federal 13.146, de 6 de julho de 2015 (Estatuto da Pessoa com Deficiência).
Outras prestações médico-periciais da carreira do Perito Médico, indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade.
Setores industrial e da construção civil, em geral.

Rádio Cultura Foz

 

Sem comentários

comment Sem comentários ainda

Você pode ser o primeiro a comentar!

Envie uma comentário

Deixe seu comentário