Vip Barbearia
Sanduicheria Iguaçu
Artigos que valem a pena ler
Foz: Guarda Municipal prende suspeito com revólver 38 no Bairro Três Lagoas

Foz: Guarda Municipal prende suspeito com revólver 38 no Bairro Três Lagoas

access_time 7 de julho de 2017

Na noite de ontem, 06 de julho de 2017, por volta das 22h50min a equipe do policiamento comunitário da AREAI,Três

Bandidos roubam carro e amarram vítima no mato em São Miguel do Iguaçu

Bandidos roubam carro e amarram vítima no mato em São Miguel do Iguaçu

access_time 21 de março de 2018

Um homem foi feito refém por três bandidos armados no final da tarde da terça-feira (20), e teve seu veículo

Fundação Cultural cancela Fartal e destina recurso para combate ao coronavírus

Fundação Cultural cancela Fartal e destina recurso para combate ao coronavírus

access_time 26 de março de 2020

O diretor-presidente da Fundação Cultural, Juca Rodrigues, anunciou hoje, 26, o cancelamento da edição anual da Fartal, a mais tradicional



Foz do Iguaçu: Juiz nega prisão e determina medidas contra mulher que violou quarentena

Foz do Iguaçu: Juiz nega prisão e determina medidas contra mulher que violou quarentena
access_time 23 de março de 2020 chat_bubble_outline 0 comentários

O juiz de direito Alexandre Waltrick Calderari, substituto da 3ª Vara Criminal de Foz do Iguaçu, determinou, na tarde desta segunda-feira (23), “medidas cautelares diversas da prisão” à paciente que foi a primeira diagnosticada com coronavírus na Terra das Cataratas.

Publicidade

Pela manhã, o Ministério Público do Estado do Paraná, por meio do promotor Luis Marcelo Mafra, pediu a prisão da mulher de 33 anos, que atua na área de saúde animal, após conclusão da investigação por violação de quarentena e crime contra a saúde pública.

A paciente, que apresentou os primeiros sintomas quando ainda estava na Europa, no dia 03, e retornou ao Brasil em 08/03, entrou em contato com o Plantão Coronavírus no dia 12 e recebeu, na ocasião, a orientação de guardar isolamento domiciliar até que os resultados dos exames confirmassem ou descartassem a suspeita.

No dia 14, entretanto, ela teria frequentado uma festa com cerca de 200 convidados, conforme relatos compartilhados por pessoas que estiveram no evento, por meio das redes sociais.

No entendimento do juiz que analisou o caso, a requerida deve observar medidas cautelares que, se não forem cumpridas, autorizarão a decretação de prisão preventiva ou de sua substitutiva prisão domiciliar. 

As medidas incluem suspensão do exercício de sua atividade de natureza econômica, recolhimento domiciliar, proibição de acesso ou frequência a locais públicos ou privados que sejam frequentados por outras pessoas, proibição de manter contato pessoal próximo com qualquer outra pessoa e proibição de ausentar-se da Comarca.

Fonte: Portal da Cidade com Rádio RCI/ Foto Reprodução Google Maps

 

content_copyCategorias do post

Sem comentários

comment Sem comentários ainda

Você pode ser o primeiro a comentar!

Envie uma comentário

Deixe seu comentário