Conecte-se conosco

Paraná

Com mais delegados, governador anuncia convocação de 400 profissionais para Polícia Civil

O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou nesta segunda-feira (27) a convocação de novos profissionais para compor o quadro da Polícia Civil do Paraná. Serão chamados 150 delegados, 200 investigadores e 50 papiloscopistas, que fizeram o concurso em 2020, além de 24 escrivães remanescentes de um processo anterior.

Publicidade

O resultado final do concurso foi divulgado no início do mês pela Polícia Civil. O anúncio do governador prevê a contratação de mais delegados do que constava inicialmente no edital, que trazia 50 vagas para o cargo de delegado de polícia, 300 para o de investigador de polícia e 50 para papiloscopista. As vagas serão preenchidas de acordo com a ordem de classificação. A validade do certame é de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

“Com o chamamento, esses mais de 400 profissionais poderão iniciar seu treinamento. Até então, seriam 50 delegados, e agora vai para 150 delegados que estão sendo convocados para preencher todas as áreas e regiões do nosso Estado”, explicou o governador. “Esse reforço vai refletir na redução da violência, como o que já tem ocorrido, com a queda nos casos de latrocínio, homicídio e roubos de carro na última década”.

O delegado-geral da Polícia Civil do Paraná, Sílvio Rockembach, afirmou que esta é a maior contratação de policiais civis da história do Estado. “Assim como a transferência de todos os presos das delegacias do Paraná, esse é outro problema histórico que será resolvido nesta gestão”, disse.

“Com essa contratação, vamos preencher todas as 38 comarcas do Estado que hoje não têm delegados, e colocar em funcionamento várias Delegacias da Mulher, que não tinham saído do papel por falta de efetivo. Também vamos estruturar a Região Metropolitana de Curitiba e reforçar todas as unidades de regiões com altos índices de criminalidade. Vai ser uma nova Polícia Civil”, ressaltou Rockembach.

Após a convocação, os candidatos participarão do curso de formação na Escola Superior da Polícia Civil. O planejamento é que ainda neste ano os novos policiais civis estejam atuando nas delegacias de polícia de todo o Estado, um significativo incremento no combate à criminalidade.

REFORÇO

Na lista de classificados divulgada pela Polícia Civil, constam 2.247 candidatos, sendo 376 para o cargo de delegado de polícia, 1.524 para o cargo de investigador de polícia e 347 para o de papiloscopista. Ao todo, 106.506 candidatos se inscreveram para o concurso da instituição.

A contratação dos novos profissionais para a Polícia Civil foi anunciada durante evento na Academia Policial Militar do Guatupê, em São José dos Pinhais (RMC), em que o governador entregou novas viaturas para reforçar a frota das forças de segurança e também fez a convocação de mais 2,4 mil policiais e bombeiros militares aprovados em concurso.

Segundo o secretário estadual da Segurança Pública, Wagner Mesquita, com as novas contratações será possível um replanejamento das instituições policiais do Estado. “No caso da Polícia Civil, será possível abrir novas delegacias, inclusive as especializadas, como Delegacias da Mulher, e completar o quadro daquelas que estavam sem delegados”, explicou.

PRESENÇAS

Participaram da solenidade o chefe da Casa Militar, tenente-coronel Sérgio Vieira; o delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Riad Farhat; o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Hudson Teixeira; o subcomandante-geral, Carlos Eduardo Cidreira; o chefe do Estado-Maior da Polícia Militar, coronel Adilson Luiz Prüsse; os diretores-gerais da Secretaria da Segurança Pública, Francisco da Costa; do Departamento de Polícia Penal, Francisco Caricati; e da Polícia Científica, Rodrigo Grochocki; o coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Fernando Schunig; e os deputados estaduais Luiz Claudio Romanelli, Guto Silva, Tiago Amaral, Alexandre Curi, Galo, Douglas Fabrício, Homero Marchese e Rodrigo Estacho.

AEN

Copyright © 2021 Portal Costa Oeste.