Elegância Company topo
Vip Barbearia
Sanduicheria Iguaçu
Artigos que valem a pena ler
PM de Itaipulândia age rápido e recupera carro e objetos roubados após troca de tiros

PM de Itaipulândia age rápido e recupera carro e objetos roubados após troca de tiros

access_time 26 de novembro de 2017

Na noite de sábado, 25, a Polícia Militar de Itaipulândia recuperou um carro e vários objetos que tinham acabado de

São Miguel: Fugindo de abordagem da PM, motorista provoca grave acidente

São Miguel: Fugindo de abordagem da PM, motorista provoca grave acidente

access_time 30 de janeiro de 2018

Um grave acidente envolvendo um veículo Gol e uma motocicleta foi registrado na tarde desta terça-feira (30), na região central

Itaipulândia: PM conduz adolescentes e proprietário de estabelecimento comercial à Delegacia

Itaipulândia: PM conduz adolescentes e proprietário de estabelecimento comercial à Delegacia

access_time 27 de Maio de 2018

Na noite deste sábado, 26, a Polícia Militar deteve adolescentes por uso de bebidas alcoólicas e proprietário de estabelecimento comercial



Dono do Shopping China é alvo da operação Lava Jato no Paraguai

Dono do Shopping China é alvo da operação Lava Jato no Paraguai
access_time 19 de novembro de 2019 chat_bubble_outline 0 comentários

Ex-presidente do Paraguai, Horacio Cartes, e doleiro Dario Messer também são procurados

Publicidade

O empresário Felipe Cogorno Alvares, dono do Shopping China, uma das maiores redes de lojas nas cidades de fronteira do Paraguai com o Brasil, é um dos alvos da Operação Patrón, desencadeada pela Polícia Federal, com ajuda da Interpol.

Além dele, a ação tem entre seus alvos o ex-presidente do país vizinho, Horácio Cartes, além do doleiro Dario Messer.

A decisão que autorizou a operação é do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro (RJ). Cartes, ex-presidente do Paraguai, terá o nome inserido na Difusão Vermelha da Interpol, a lista de procurados em todo o mundo, e distribuída em portos e aeroportos.

Conforme o jornal ABC Color, do Paraguai, Cogorno teria ocultado US$ 500 mil dólares do doleiro Dario Messer. O Shopping China, uma das lojas que pertencem a ele, estão localizadas nas principais cidades de fronteira do Paraguai com o Brasil: Pedro Juan Caballero, Salto del Guairá e Ciudad del Este.

A decisão de Bretas diz que, em junho de 2018, quando estava foragido, Messer mandou uma carta ao ex-presidente do Paraguai pedindo US$ 500 mil para cobrir gastos jurídicos.

A Polícia Federal cumpre mandados de busca e prisão em Ponta Porã, cidade sul-mato-grossense na fronteira com o Paraguai. Lá, os alvos seriam da família Mota.

Conforme informações do site G1, nesta manhã já haviam sido presos Myra Athayde, namorada de Dario Messer; Najun Azario Flato Turner, Orlando Stedile; e Valter Pereira Lima.

O mandado contra Felipe Cogorno Alvares é de prisão preventiva.

Pedidos de prisão preventiva

Alcione Maria Mello de Oliveira Athayde
Antonio Joaquim da Mota
Arleir Francisco Bellieny
Cecy Mendes Goncalves da Mota
Dario Messer
Edgar Ceferino Aranda Franco
Felipe Cogorno Alvarez
Horacio Manuel Cartes Jara
Jorge Alberto Ojeda Segovia
José Fermin Valdez Gonzalez
Lucas Lucio Mereles Paredes
Luiz Carlos de Andrade Fonseca
Maria Leticia Bobeda Andrada
Myra de Oliveira Athayde
Najun Azario Flato Turner
Roland Pascal Gerbauld
Roque Fabiano Silveira

Pedidos de prisão temporária
Antonio Joaquim Mendes Gonçalves da Mota
Orlando Mendes Gonçalves Stedile
Valter Pereira Lima

Fonte: Estadão

 

content_copyCategorias do post

Sem comentários

comment Sem comentários ainda

Você pode ser o primeiro a comentar!

Envie uma comentário

Deixe seu comentário