Conecte-se conosco

São Miguel do Iguaçu

SMI: Homem que foi preso pela Polícia Federal teria matado fazendeiro e dois peões, no Paraguai

Depois de exigir – e conseguir – o pagamento de um resgate, os sequestradores mataram o colono menonita Helmut Ediger, de 74 anos; o capataz dele, Rolando Díaz González; e o peão brasileiro Odair dos Santos. Outro sequestrado conseguiu fugir.

Publicidade

Os crimes aconteceram no dia 22 de novembro de 2021, em Itacurubí del Rosario, departamento de San Pedro, a 320 km da fronteira, por rodovia. Ali o menonita possuía uma fazenda de criação de gado. O Ministério Público acompanhou o caso, que gerou comoção no país.

A polícia do Paraguai disse que o filho do fazendeiro pagou um resgate milionário. O jornal paraguaio apurou que poderia ser equivalente a R$ 1,6 milhão.

Depois de pegar a bolsa com o dinheiro, os sequestradores mataram a tiros duas vítimas e a terceira a facadas. O quarto sequestrado, o jovem Eder Cordeiro Machado, filho do capataz, conseguiu fugir quando o homem que o vigiava se distraiu. Eder ouviu os tiros e correu desesperado, até encontrar uma casa onde pediu ajuda e a polícia foi chamada, conforme o jornal ABC Color.

PAGAMENTO

O fazendeiro e seus funcionários foram sequestrados por volta das 11h, quando inspecionavam o gado da propriedade. Foram levados a uma região de mata, pertencente à fazenda, e dali, pelo celular da vítima, os sequestradores telefonaram ao filho do colono para pedir dinheiro.

O filho do fazendeiro contou que seguiu as instruções passadas pelos criminosos e deixou a soma de dinheiro no local que eles indicaram, por volta das 15h. Junto, teve que deixar seu telefone celular, aparentemente para que não pudesse pedir ajuda de imediato, segundo o subcomissário José Noguera disse ao ABC Color.

Mesmo cumprindo as exigências, o filho do colono disse que não teve notícias de seu pai e dos outros sequestrados.

Por volta das 18h, a polícia entrou no caso, já que corriam boatos sobre o sequestro. Ao investigar, os policiais souberam que um dos sequestrados havia conseguido fugir.

Depois das 19h, os corpos foram encontrados por agentes da Polícia Nacional, com base nas informações prestadas por Eder Cordeiro Machado.

A suspeita preliminar é de que os sequestradores são da região e que tenham sido reconhecidos pelos assassinos, embora usassem máscaras. “Eles estavam decididos a executar a vítima (o colono menonita) sendo ou não pago o resgate”, disse o subomissário José Noguera.

Prisão

Após quase seis meses, o acusado de matar o fazendeiro e dois peões foi preso pela Polícia Federal. De acordo com a PF, a Justiça paraguaia havia solicitado a inserção do foragido na lista da difusão vermelha da Interpol e solicitou apoio ao Brasil para tentar localizar e capturar.

Após diversas diligências e levantamentos, os policiais federais conseguiram identificar o paradeiro do foragido internacional, escondido na cidade de São Miguel do Iguaçu/PR, e deram cumprimento ao mandado de prisão expedido pelo STF.

O foragido foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu/PR, onde aguardará os trâmites legais para a realização de sua extradição e entrega à Justiça do Paraguai.

Com informações da PF e H2Foz

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Copyright © 2021 Portal Costa Oeste.