Conecte-se conosco

São Miguel do Iguaçu

Esposo de São-miguelense sequestrada no Paraguai pede para que a polícia e a imprensa se retire para negociar com criminosos

Durante uma entrevista coletiva esta manhã, Rubert marido da São-miguelense Sandra Cristina Maceda Rubert de 56 anos, sequestrada no Paraguai pediu aos investigadores e a imprensa que deixassem o local, ao mesmo tempo que garantiu que não terá os US $ 250 mil que os sequestradores exigem em troca da libertação de sua esposa.

Publicidade

“Não sei de onde vou tirar isso, quero pedir especialmente à Polícia que se retire para que eu possa negociar com mais calma com eles, a imprensa também”, implorou o produtor brasileiro, aparentemente após um pedido dos sequestradores.

Em outro momento, ele explicou que aparentemente recebe ligações de prisões de golpistas que buscam se aproveitar do desespero da família. “Agora, por exemplo, temos um problema muito sério: são ligações, possivelmente da prisão. A família está muito desesperada, espero que meus amigos me ajudem, porque não tenho nenhum. Só tenho dívidas e dívidas, estou com o meu milho que a geada queimou tudo, o trigo queimou tudo ”, disse.

O produtor brasileiro acredita que os criminosos tiveram o objetivo errado, levando em consideração que a vítima não pertence a uma família rica na área.

O histórico do caso mostra que a mulher saiu no sábado para fazer sua caminhada, mas não voltou, o que preocupou seus familiares, que fizeram a denúncia na 22ª sub-delegacia de polícia.

Horas depois, quando os parentes estavam no meio de uma busca, o marido recebeu um telefonema dos raptores e eles lhe disseram que era um sequestro. Além disso, teriam dado prazo até ontem para a entrega da quantia necessária.

Fonte: https://www.abc.com.py/

 

Copyright © 2021 Portal Costa Oeste.